CMJP e Secretaria Municipal de Educação firmam termo técnico de cooperação

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e a Secretaria Municipal de Educação e Cultura firmaram na tarde desta quinta-feira (02) o termo técnico de cooperação para a transmissão e distribuição de conteúdo educativo pela TV Câmara, através da sub-canalização 39.3, cujo canal virtual corresponde ao 6.3, da TV Digital.

A assinatura do convênio foi feita pelo presidente da CMJP, Dinho Dowsley (Avante) e a secretária de Educação e Cultura de João Pessoa, América Assis de Castro, no Centro Administrativo da capital, e contou com as presenças dos vereadores que fazem parte da Mesa Diretora da Casa, Eliza Virgínia (PP), Bispo José Luiz (Republicanos), Damásio Franca (PP), Thiago Lucena (PRTB) e Tarcísio Jardim (Patriota).

Para Dinho, o convênio marca uma importante iniciativa, tanto da CMJP, como da atual gestão municipal de João Pessoa. “O convênio possibilita ao aluno da rede municipal de ensino que muitas vezes não tem acesso à internet, a oportunidade de assistir aula através da televisão que é um veículo mais abrangente e popular. O sinal da TV Câmara hoje cobre toda cidade de João Pessoa e mais 50 municípios e essa iniciativa mostra a nossa preocupação com medidas que possam fortalecer e melhorar, ainda mais, a rede de ensino público municipal”, afirmou.

A secretária municipal de Educação e Cultura de João Pessoa, América de Castro, destacou a iniciativa como de extrema relevância para os alunos que compõem a rede municipal de ensino. “Através desse convênio, podemos vislumbrar a possibilidade de uma retomada da aprendizagem dos alunos, uma vez que nesse período de pandemia houve uma dificuldade do contato com o aluno, por problemas de internet, de instrumentos tecnológicos e através da televisão, um equipamento que todo mundo tem em casa, acreditamos que irá facilitar e muito esse retorno”, acrescentou.

A partir da publicação do convênio entre a Câmara e a Prefeitura de João Pessoa, conforme América de Castro, serão iniciados os testes e a estimativa é de que o projeto seja colocado em execução no início do próximo ano letivo da rede municipal de ensino, previsto para fevereiro de 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *