Justiça condena pré-candidato a prefeito de Boqueirão, Edílson do Tomate, por falsificar diploma de escolaridade

Uma bomba no cenário político da cidade de Boqueirão. O vereador e pré-candidato a prefeito, Edílson do Tomate, foi condenado, após denúncia  do Ministério Público Eleitoral de que o parlamentar teria falsificado o diploma de escolaridade apresentado à Justiça Eleitoral.

A denuncia foi apresentada em novembro de 2018. Edílson do Tomate foi condenado a dois anos de prisão, mas cumprirá a sentença em regime aberto, prestando serviço a comunidade e pagará multa no valor de quatro salários mínimos, como determina o juiz eleitoral,  Falkandre de Souza Queiroz.

A decisão cabe recurso.

Veja a sentença:Sentença

Blog do Bruno Lira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *