Oficina de cinema e exibição de filmes marca o primeiro dia do ‘Caraúbas Cultural’

Foi aberto extraoficialmente ontem o maior evento do calendário Cultural do município de Caraúbas com a realização de uma mini oficina de cinema do projeto Viação da Universidade Federal da Paraíba – UFPB, dentro da programação do Caraúbas Cultural.

Durante todo o dia dezenas de pessoas puderam conhecer um pouco das técnicas da produção cinematográfica, bem como, tirarem suas dúvidas de como se produzir um filme de curta metragem. Professores, alunos, técnicos e a população interagiram com as diferentes formas de linguagem e técnica da produção, despertando a curiosidade e ousadia em fazer cinema.

No período noturno, o mais aguardado pela população, foram exibidos 03(três) curtas em praça pública, em frente ao Mercado Público Municipal Manoel Clementino das Neves. Uma estrutura de telão, cadeiras e decoração foram montados para que o público se acomodasse da melhor maneira possível. Centenas de famílias prestigiaram a primeira noite do cinema na praça.

Após a exibição dos curtas o professor e cineasta paraibano Torquato Joel falou aos presentes sobre a importância da indústria cinematográfica, explorando a exibição dos curtas apresentados. Torquato Joel, nasceu em Sousa, na Paraíba. Formou-se em Bacharelado em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Estudou cinema no Atelier de Cinema Direto da UFPB e na Association Varan (Paris, França) onde iniciou uma produção de cinema através do Super 8, com filmes como Imagens do Declínio (12’, 1982), Seca (12”,1982), entre outros. Trabalhou em diversos curtas como roteirista, assistente de direção e como consultor de direção.

Em 1998, realizou seu primeiro curta em 35mm: O VERME NA ALMA. Posteriormente, realizou outros curtas: PASSADOURO (1999), TRANSUBSTANCIAL (2003), GRAVIDADE (2006), AQUI (2007), ESTES (2009), GRAVIDADE (2006), MOÍDO (2015), entre outros filmes que roteirizou e dirigiu. Alguns destes filmes obtiveram expressiva a premiação em importantes festivais brasileiros, como Brasília, Gramado, Festival Internacional de Curtas de São Paulo, além da participação em festivais no exterior como Huesca, Rotterdam, entre outros.

Joel foi editor do fanzine A Tela Demoníaca. Atualmente é coordenador geral do Projeto ViAção Paraíba, de difusão de audiovisual no interior do estado, e do Jabre – Laboratório para Jovens Roteiristas do Interior Paraibano -, ações que estão obtendo significativos resultados com o surgimento de vários realizadores, cineclubes e festivais no interior da Paraíba. Finalizou recentemente seu primeiro longa: Ambiente Familiar.

A secretária da Assistência Social, Flávia Quirino, participou da noite de cinema e falou da importância do evento para os caraubenses saudando os presentes e agradecendo a presença de todos.

Fonte: SEPLACOM
Foto: Miguel Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *