Goleiro paraibano pega dois pênaltis, e Athletico-PR elimina o Flamengo diante de quase 70 mil flamenguistas

Com uma atuação empolgante no segundo tempo e participação decisiva nos pênaltis, o goleiro paraibano, Santos foi o grande destaque da partida, entre Athletico-PR e Flamengo, pela Copa do Brasil.

O Furacão calou quase 70 mil flamenguistas. Após 1 a 1 no tempo normal, goleiro Santos garante vaga ao pegar cobranças de Diego e Everton Ribeiro. Vitinho também desperdiçou pelo time carioca. O Furacão perdeu apenas uma, com Bruno Nazário, mas venceu a disputa por 3 a 1.

Santos encontra irmã no Maracanã

Com toda emoção da vitória, o goleiro Santos encontrou sua irmã, Maria do Socorro, que mora no Rio de Janeiro e estava assistindo o jogo. O goleiro do Furacão presenteou a irmã com a camisa usada na partida.

Provocações aos montes: cheiro e muque de Gabigol

Terminado a disputa por pênaltis, no centro do gramado, os jogadores do Furacão ironizaram a comemoração de Gabigol, que costuma forçar os muques a cada gol marcado pelo Flamengo. O “cheirinho” também foi lembrado pelos rubro-negros do Paraná.

Santos é o cara

Se no tempo normal, Santos fez grande defesa ainda no primeiro tempo em chute à queima-roupa de Lincoln, ele se agigantou na disputa por pênaltis. É bem verdade que Diego e Everton Ribeiro bateram muito mal, porém o goleiro mostrou experiência e esperou paradinho para defendê-las. É o herói da noite!

História de um vencedor

Aderbar dos Santos é natural da cidade Cabaceiras, no Cariri paraibano. Filho de família humilde, o garoto como milhares de brasileiros lutou pelo seu sonho de criança: ‘ser jogador de futebol’. Saiu de Cabaceiras para treinar no Treze de Campina Grande, seguiu para o Porto de Caruaru e após se destacar na Copa São Paulo de Futebol Junior, foi encaminhado para as categorias de bases do Athletico Paranaense, onde conseguiu ser titular, depois de 10 anos. Santos está no Furacão há 11 anos.

Blog do Bruno Lira

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *