Corpo de grávida paraibana que morreu após ser espancada pelo marido é enterrado no Rio de Janeiro

O corpo de Maria Edjane de Lima, grávida que morreu após ser espancada pelo marido, será enterrado na manhã desta segunda-feira (11), em Barra Mansa, no Sul do Rio de Janeiro. Ela era natural de João Pessoa, na Paraíba. A família não teve condições financeiras para ir até a região para realizar o sepultamento ou fazer o traslado do corpo. A irmã de Maria Edjane autorizou a Secretaria de Assistência Social a realizar o enterro em Barra Mansa.

O sepultamento está previsto para as 10h, no Cemitério Municipal de Barra Mansa. Os familiares disseram ainda que querem buscar o bebê que está internado na UTI Neonatal do Hospital da Mulher, mas que também não tem condições.

A Secretaria de Saúde de Barra Mansa informou que o bebê, que é uma menina, nasceu de 27 semanas, menos de sete meses de gestação, permanece internado na unidade médica. O estado de saúde não foi divulgado.

Mensagens de socorro pelo WhatsApp

“Pelo o amor de Deus, me tira daquele inferno, não aguento mais”, disse Maria Edjane de Lima a uma vizinha pelo WhatsApp horas antes de dar entrada no Hospital da Mulher, na segunda-feira (4). A mulher, de 35 anos, chegou a unidade médica, amparada pela vizinha, dizendo que tinha sido espancada, inclusive chutada na barriga, pelo companheiro e morreu após o parto de emergência.

Ela estava com sangramento vaginal e sinais de agressão, e também apresentou descolamento de placenta. Em seguida, foi submetida a uma cesárea prematura, e durante o parto, Maria Edjane sofreu problemas respiratórios. Foram realizados diversos procedimentos médicos para tentar reanimá-la, e também para conter a hemorragia, mas ela não resistiu e morreu na madrugada de terça-feira (5).

Ainda na conversa com a vizinha, a vítima contou que passava fome porque o marido, Oberdan Gonçalves Braga, de 45 anos, não a deixava cozinhar, pois dizia que as panelas eram dele. E também ela relatou que tinha que dormir no chão, pois ele falava que o colchão era dele. (Confira abaixo a conversa). O casal se conheceu através de redes sociais há quase um ano. Ela saiu da Paraíba para morar com ele em uma casa no bairro Boa Vista e engravidou. Segundo testemunhas, a mulher já tinha sido agredida pelo companheiro em outras situações. Ele chegava a dizer que o filho não era dele e era possessivo e ciumento.

No início de terça-feira (5), horas depois que a mulher havia morrido, o agressor chegou ao hospital exaltado exigindo a documentação dela. A polícia foi chamada e ele foi encaminhado à delegacia. Na ocasião, o homem foi ouvido e liberado, pois a delegacia aguardava o laudo do IML para confirmar se ele foi o culpado pela morte dela. No fim de terça, a delegacia conseguiu reunir as provas e ele teve a prisão preventiva decretada. O homem foi preso e levado para 90ª Delegacia de Polícia (Barra Mansa), onde foi indiciado pelo crime de lesão corporal seguida de morte.

Em conversa no WhatsApp, Maria Edjane de Lima pede ajuda para vizinha em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio SulEm conversa no WhatsApp, Maria Edjane de Lima pede ajuda para vizinha em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio Sul

Em conversa no WhatsApp, Maria Edjane de Lima pede ajuda para vizinha em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio Sul

Em conversa no WhatsApp, Maria Edjane de Lima pede ajuda para vizinha em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio SulEm conversa no WhatsApp, Maria Edjane de Lima pede ajuda para vizinha em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio Sul

Em conversa no WhatsApp, Maria Edjane de Lima pede ajuda para vizinha em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio Sul

Oberdan Gonçalves Braga foi preso após agredir mulhe e ela morrer em hospital em Barra Mansa — Foto: Arquivo PessoalOberdan Gonçalves Braga foi preso após agredir mulhe e ela morrer em hospital em Barra Mansa — Foto: Arquivo Pessoal

Oberdan Gonçalves Braga foi preso após agredir mulhe e ela morrer em hospital em Barra Mansa — Foto: Arquivo Pessoal

Casa onde o casal morava em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio SulCasa onde o casal morava em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio Sul

Casa onde o casal morava em Barra Mansa — Foto: Raquel Ribeiro/TV Rio Sul

Com G1 Paraíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *