Cantor Pinto do Acordeon passará por cateterismo e segue internato em UTI

O músico paraibano referência para a música popular nordestina, Pinto do Acordeon está tratando problema nos rins para ter condições de ser submetido a uma cirurgia de cateterismo. A informação foi confirmada pelo filho dele, Mô Lima, que também é músico e acompanha o pai.

O forrozeiro está internado há cerca de 10 dias após problemas renais.  Até a manhã desta segunda-feira (4), Pinto do Acordeon seguia internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com entrevista ao Portal Click PB, o filho dele Mô Lima, afirmou que somente após normalizar a situação dos rins é que o músico paraibano poderá passar pelo procedimento no coração. Pinto do Acordeon foi submetido a uma hemodiálise e precisa passar por um cateterismo.

“Estamos aguardando o resultado dos exames dele para poder saber se ele fará a cirurgia. Quando diminuir as taxas do diabetes dele aí ele passará pelo cateterismo”, explicou.

O filho ainda revelou ao Portal ClickPB, que o música está ansioso pela recuperação para poder tocar nas festas de São João. “Ele só está preocupado em ficar bom para poder tocar no São João”.

O músico está internado em um hospital particular no bairro da Torre e sob acompanhamento do médico cardiologista Ítalo Kumamoto.

O artista viveu em 2015, um dos piores momentos quando teve parte de uma das pernas amputada por conta de complicações causadas por diabetes. Anteriormente, o cantor já havia sido internado e submetido a uma angioplastia.

Francisco Ferreira Lima, o Pinto do Acordeon, nasceu no município de Conceição, no sertão paraibano. Ele se tornou popular a partir de apresentações que realizava junto a trupe de Luiz Gonzaga. Ele gravou cerca de 20 álbuns durante a carreira. ‘Neném Mulher’ é uma das músicas mais conhecidas do repertório.

Com ClickPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *