Aliado de Bolsonaro na Paraíba diz que presidente deveria esquecer as redes sociais e se voltar para temas de interesse da nação

As postagens polêmicas feitas pelo presidente da República Jair Bolsonaro (PLS), com conteúdo heródico seguido da frase “só existe democracia se as forças armadas assim o quiserem” tem dividido a população, afetado a imagem do “mito” e gerado discórdia entre os próprios aliados.

Aliado de Bolsonaro na Paraíba diz que presidente deveria se ater mais com temas nacionais e evirar polêmica em redes sociais que chama a atenção da imprensa e desvia o foco dos assuntos relevantes de interesse da nação.

Aliado do presidente na Paraíba, o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL), evitou entrar na polêmica mas deixou claro que o presidente deveria diminuir o uso das redes sociais, e se voltar mais para temas de interesse na população. Moarcir disse que o Brasil vive um momento novo de expectativa e mudanças de mentalidades, e que é preciso aproveitar o momento para trazer a tona os grandes temas de relevância nacional como a questão da reforma previdenciária que tramita no Congresso Nacional, o pacote de anticrime também, e, principalmente, o Plano Nacional de Recursos Hídricos.

“Eu acho que o Brasil tem assuntos mais sérios para ser discutidos. A mídia está dando importância a uma simples postagem. No carnaval essa depravação é normal no Brasil.. O carnaval é uma festa popular que enaltece a nossa diversidade, mas infelizmente existem muitos excessos. Temos assunto mais importante para se debatido no Brasil. Agora foi criado esse hesterismo desnecessário.

Nas entrelinhas, ele deixou transparecer que o presidente foi infeliz ao fazer a postagem criticando um dos aspectos do carnaval, e que deveria ter aproveitado o momento para propor um debate sobre os temas que realmente interessam a população.

O parlamentar observou que a imprensa fez um super exploração do tema, como forma de desviar o foco dos problemas que realmente afetam os brasileiros e que necessitam da intervenção urgente do Congresso Nacional e do Palácio do Planalto.

 

PB Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *