Cariri paraibano é quem mais produz leite do cabra no Brasil, diz IBGE

Mesmo com as dificuldades climáticas e o longo período de estiagem, a bacia leiteira da região do Cariri é responsável pela maior produção do Brasil, de acordo com levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa (IBGE), no ano de 2017.
 
Entre os produtores, o leite recebeu o mesmo título que o algodão, na sua melhor fase: Ouro Branco do Cariri.
 
Segundo o IBGE, o estado produziu 5,6 milhões de litros de leite caprino em 2017, sendo que 72% dessa produção foi vendida.
 
Essas vendas geraram um faturamento de R$ 7,6 milhões, sendo que o estado tem o oitavo leite mais barato entre os estados, com o litro custando em média R$ 1,89 – o mais caro foi registrado no Distrito Federal, com o R$ 9,69 por litro.
 
Taperoá é a cidade com maior produção do país, com 543 mil litros no ano, mas outras oito cidades paraibanas estão entre as 27 maiores. Enquanto isso, a Bahia, segundo lugar no ranking, produziu 17% a menos que a Paraíba, com 4,6 milhões de litros.
 
No ano de referência da pesquisa, o rebanho caprino paraibano contava com 19.397 cabeças de cabra distribuídas em 2.677 estabelecimentos produtores.
 
A cidade de Cabaceiras que é conhecida como a ‘Terra do Bode Rei’, exatamente pela força da caprinovinocultura, possui uma usina de beneficiamento de leite de cabra e recebe a produção de 9 municípios: Gurjão, Santa Luzia, Taperoá, Santo André, Parari, Boqueirão, Barra de São Miguel, Riacho de Santo Antônio e São Domingos do Cariri.
 
Cabaceiras produz por ano uma média de 52 mil litros de leite e conta com 50 produtores que fazem parte da Cooperativa dos Capribovinocultores de Cabaceiras e região – Capibrove, que além da produção leiteira, produzem queijos finos e iogurte.
Blog do Bruno Lira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *